Ouvi dizer...

Ah, a boa música... Não existe viagem no tempo, nem dentro da alma sem você.



A música que é cúmplice, consoladora, que alegra, faz chorar... Te levanta e faz seguir.

É isso. E não tente entender a vida, a dor, o amor, o agora, o antes. Viva. A música, mais do qualquer outra coisa, sempre nos faz esse convite.




Te amo, Nana!

Hoje foi dia dela: Nana Caymmi. Sua voz única, que seduz e emociona é sentimento que não finda. É como canção de ninar... a gente adorme...